Nova telenovela TVI filmada em Setúbal

Setúbal

Câmara assina protocolo com produtora Plural Entertainment

A Câmara Municipal de Setúbal vai celebrar um protocolo com a produtora de televisão Plural Entertainment Portugal SA, para a realização da próxima novela da estação televisiva TVI na cidade sadina.

A maior parte da acção da telenovela, intitulada provisoriamente “Condição Humana”, a exibir diariamente, em horário nobre, pela TVI, será filmada em várias pontos do centro histórico e da zona ribeirinha, previsivelmente entre Setembro de 2017 e Abril de 2018. Vai ser ainda gravada na Ásia, com algumas cenas em Macau e Vietname.

A nova novela que substituirá “Ouro Verde” está a ser escrita por Artur Ribeiro, responsável por “Belmonte” e “Santa Bárbara”. No elenco estão garantidos os nomes de Fernanda Serrano, Diogo Infante, Dalila Carvalho como protagonistas, Paula Neves, Luís Esparteiro – que esteve recentemente a gravar “Ouro Verde”, Sara Prata, Ana Varela e Ana Eremim. Pedro Teixeira também consta no elenco, mas dado às gravações do “Apanha Se Puderes” terá apenas uma participação especial.

Para a presidente da Câmara Municipal de Setúbal, Maria das Dores Meira, a gravação desta telenovela “tem enorme interesse para a promoção e projecção da cidade e do concelho, graças à visibilidade televisiva nacional que a sua emissão diária num dos principais canais generalistas garantirá a Setúbal durante vários meses”.

A transmissão desta novela em horário nobre, tal como já ficou demonstrado com “Mar Salgado”, exibida em 2015 na SIC, deve traduzir-se num “considerável retorno” para Setúbal em matéria de visitantes turísticos e de divulgação do nome da cidade”, considera a edil.

Para regular a relação de cooperação entre a câmara municipal e a produtora televisiva tornou-se necessário estabelecer um protocolo que contenha as responsabilidades de cada uma das entidades. Assim, a autarquia sadina confere à Plural Entertainment Portugal SA a “isenção de todas as taxas e demais permissões necessárias às operações de gravação de exteriores em espaços públicos e equipamentos municipais, nas áreas do concelho de Setúbal onde a Câmara Municipal de Setúbal tem efectiva jurisdição territorial”. A autarquia calcula que a isenção de taxas a conferir à produtora televisiva seja de 35.940 euros.

Já à produtora de televisão cabe contribuir para o respeito “às tradições, costumes ou crenças da população do concelho de Setúbal, sem prejuízo da adequada caracterização sociológica para efeitos de ficção”. A Plural compromete-se a evocar as povoações e lugares pelo respectivo topónimo, bem como a incluir “elementos que visem a promoção turística do concelho”.

A Câmara Municipal de Setúbal disponibiliza-se a acompanhar as gravações, de forma a garantir o respeito e a observância dos termos dispostos, e a assegurar “a agilização dos procedimentos para a utilização de locais de gravação”, como praças, parques e jardins públicos, fachadas e interiores de edifícios que sejam propriedade municipal, e fachadas de edifícios particulares, desde que previamente autorizado pelos proprietários.

Recorde-se que Setúbal também é o cenário das filmagens do “Inspector Max” que já vai na segunda temporada, com grande êxito na TVI.

 

 

Facebooktwittergoogle_plus